autor

PRETO E BRANCO
foto por David Ribeiro

FRANCISCO GOMES, outrora Cleyson Gomes, (cor)rompeu a existência em 1982 no arcaico município de Campo Maior – PI, mas por acidente já plantado do acaso acabou fixando raízes na provinciana Teresina – PI, onde (sobre)vive desde os 7 anos de idade. Apesar de rabiscar alguns versos desde os 12, só apenas mais tarde, através de um concurso de sonetos realizado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI – Campus Clóvis Moura) em 2004, que se apresentou ao público como poeta, conquistando o 1º lugar do tal concurso. Em 2008, através do Concurso Literário Novos Autores, recebeu o prêmio Cidade de Teresina pelo livro Poemas Cuaze Sobre Poezias, classificado em 1º lugar na categoria Poesia, publicado em 2011 pela Fundação Cultural Monsenhor Chaves. Também em 2011, tevea obra “Conectados” (instalação) selecionada para exposição no 18º Salão de Artes Plásticas do Piauí. Iniciou duas faculdades – História e Letras/Português, abandonou ambas. É autor dos livros Poemas Cuaze Sobre Poezias (Teresina: FCMC, 2011), Aos Ossos do Ofício o Ócio (Guaratinguetá: PENALUX, 2014) e Face a Face ao Combate de Dentro (São Paulo: KAZUÁ, 2016). Também é músico, compositor, letrista e anartista plástico. Tem alguns livros inéditos e outros em construção. É administrador/editor do blog PULSO POESIA (www.franciscogomespoiesis.wordpress.com), onde publica inutilidades poéticas e afins. Tem poemas publicados em sites, blogs, revistas, coletâneas nacionais, jornais, muros etc. Admira a carência orgulhosa dos gatos e a tranquilidade dos jabutis. Ah, adora fígado acebolado.

Anúncios