autor

1505337371140

FRANCISCO GOMES, outrora Cleyson Gomes, (cor)rompeu a existência em 1982 no arcaico município de Campo Maior – PI, mas por acidente já plantado do acaso acabou fixando raízes na provinciana Teresina – PI, onde (sobre)vive desde os 7 anos de idade. Apesar de rabiscar alguns versos desde os 12, só apenas mais tarde, através de um concurso de sonetos realizado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI – Campus Clóvis Moura) em 2004, que se apresentou ao público como poeta, conquistando o 1º lugar do tal concurso. Em 2008, através do Concurso Literário Novos Autores, recebeu o prêmio Cidade de Teresina pelo livro Poemas Cuaze Sobre Poezias, classificado em 1º lugar na categoria Poesia, publicado em 2011 pela Fundação Cultural Monsenhor Chaves. Também em 2011, teve a obra “Conectados” (instalação) selecionada para exposição no 18º Salão de Artes Plásticas do Piauí. Iniciou duas faculdades – História e Letras/Português, abandonou ambas. É autor dos livros Poemas Cuaze Sobre Poezias (Teresina: FCMC, 2011), Aos Ossos do Ofício o Ócio (Guaratinguetá: PENALUX, 2014) e Face a Face ao Combate de Dentro (São Paulo: KAZUÁ, 2016). Também é músico, compositor, letrista e anartista plástico. Tem alguns livros inéditos e outros em construção. É administrador-editor do blog PULSO POESIA e da página no facebook MAL DITOS PARALOGISMOS, onde publica inutilidades poéticas e afins. Tem poemas publicados em sites, blogs, revistas, coletâneas nacionais, jornais, muros etc. É namorado-amigo-amante-esposo e companheiro cósmico da Danielle e pai-herói-palhaço da Hannah Lis. Admira a carência orgulhosa dos gatos e a tranquilidade dos jabutis. Ah, adora fígado acebolado.

Anúncios